sábado, 21 de fevereiro de 2009

É possível, sim?!

Tenho mil motivos para te odiar e
mil e hum para te amar!
Após a chuva forte,após o chocolate quente,
Posso enxergar que o acaso é um descaso do destino.

Te vejo com aquele sorriso intrigante de homem-menino e
descubro mil maneiras de não ir embora,
mil e huma maneiras de trazer-te aqui pra fora,
e enxergar claramente como uma mente em desequilíbrio é doente.

Muito além do coração e da razão, ouço alguém dizer:
"É possível, sim, mandar no coração"
Peço que esta frase me soe como verdade.

Percebo que o amar é
se expor, se entregar,
confiar.

Quem ama se entrega...
corpo-alma-mente!

Choro,quando o sol se põe,porque sinto
que o acaso indecente,trará a aurora

Acordo!E agora com motivo suficiente
para ir embora!

É possível, sim!
Mandar no coração?



Elaine Siderlí.

14 comentários:

Delfim Peixoto disse...

pois... saudade ou d+uvida, é assim... jnhs

KA disse...

Elaine...

Amor e ódio; beleza e ternura. Na realidade o ódio é consequência do amor...que sentimos ou pensamos sentir. Assim é se lhe parece, enquanto a baiana roda a vida passa e mandamos sem querer no coração que não quer obedecer.

Adoro o que você escreve!

abraços
bjssss.

Elaine Siderlí disse...

Delfim,

A dúvida é o preço da incerteza rs...

bjus.

Elaine Siderlí.

Elaine Siderlí disse...

Rs..Eita KA!

Que garoto sumido, estava com saudades, também gosto muito do que escreves!

Bjus.

Elaine Siderlí.

Multiolhares disse...

Talvez algumas vezes se consiga mandar no coração, mas não sei
beijinhos

Elaine Siderlí disse...

Linda...
Obrigada pela resposta a indagação!
Aqui dúvida permanece!

bjus.


Elaine Siderli.

Mirse disse...

Outro belo poema!
Para mim, não é possível mandar no coração. A alma sofre e desesperada acaba por se conformar. Mas o que o coração sente, principalmente o coração feminino, é algo divino!

Belíssimo

Beijos, Linda

Mirze

Elaine Siderlí disse...

Querida, a indagação permanece, e grata por colocar sua posição, eita dúvida que me consome!rs

bjus!

Elaine Siderlí.

Café da Madrugada® Lipp & Van. disse...

Ainda acho que não se pode mandar no coração, nem decidir nada por ele. A unica coisa que pode fazer por vontade própria é se entregar à ele e ao sentimento. Experiência própria... e sendo vivenciada.


Van.

Elaine Siderlí disse...

Van

Que legal compartilhar sua experiência!
Grata!

bjus.


Elaine Siderlí.

fernando disse...

de tantos mil
talvez
simplesmente
um
unzinho
já vale
a vida

Elaine Siderlí disse...

É isso aí, Fernando, apenas UM!

bjus.


Elaine Siderlí.

fernando oliveira disse...

Choro, quando o sol se põe, porque sinto
que o acaso indecente, trará a aurora.

Elaine, a fluidez destes versos deixa antever uma criadora ainda presa nos soluços sentimentais (alegoria)gosto quando deixam a escrita se conduzir por ela mesma.

Parabéns

Fernando

Elaine Siderlí disse...

Puxa Fernando, grata!

É com muita alegria que leio o que escreves e estarei atenta!

bjus;

Elaine Siderlí.