quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

acontecência de incêndios interiores



hoje sou a gargalhada
solta no meio do templo

o fogo que arde
no espírito da tarde

espanto que não se pronuncia
nas vagas indizíveis da noite

óleo misturado ao suor
nas pernas de uma frase arrombada

eu sou um jeito de sentir inesperado
uma acontecência de incêndios interiores




fernando cisco zappa.



(poeta, como ele mesmo diz "ferreiro das palavras"
possuí um blog muito interessante e diversificado)
http://ciscozappa.blogspot.com/

11 comentários:

fernando disse...

elaine,

puxa, agradeço seu gesto.

meu gesto encontra ressonâncias aqui
e fica feliz...

abraços mui ternos!

Eduardo Aleixo disse...

Gostei do poema oleado e misturado ao suor das pernas.
Abraço.
Eduardo

Elaine Siderlí disse...

Querido Fernando,

As palavras ressoam ao vento e tua palavra é brisa que sempre encontrará reverber-ação por aqui!

bjus.

Elaine Siderlí.

Elaine Siderlí disse...

Que bom Edu, que gostastes!

bjus, querido!


Elaine Siderlí.

Multiolhares disse...

Grata por dares a conhecer mais um companheiro destes espaços. já lá fui
beijinhos

Elaine Siderlí disse...

Querida, eu é que agradeço sua visita e o "multiolhares"

bjus.


Elaine Siderlí.

Café da Madrugada® Lipp & Van. disse...

Espertas e ágeis palavras!
Grande poeta...Fernando!

Mirse disse...

Belíisimos! Poema e escolha!
Agora que sou fã do Cisco Zappa, me encanto a cada dia e aprendo e muito com os poemas dele.
Parabéns, querida!

P.S. Há um selo-presente pra voce no blog http://www.pazebem.blogspot.com
Passe lá.

Beijos

Mirze

Elaine Siderlí disse...

Van e Lip

Aprecio muito Fernando!
Que bom que gostaram

bjus.

Elaine Siderlí

Elaine Siderlí disse...

Mirse querida,

Compartilho da mesma opinião!
Brigadinha pelo selo...eeeee!

bjus.

Elaine Siderlí.

Marcelo Novaes disse...

Gargalhada ou chama: bem pronunciadas. Cisco Zappa sabe dizer as coisas!


Beijos, Elaine.

Abraços, Zappa!




Marcelo.