sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Verão e Inverno

Entre as folhas caídas ao chão pelos ventos do verão
passeiam alguns sentimentos com roupagem humana
passeiam o orgulho e a vaidade em busca de identidade
passeiam a avareza e a pobreza em busca de equilibrio
passeiam o amor e o ódio em busca de si próprios
passeiam a felicidade e a tristeza em busca de autoafirmaçao

Entre as estrelas brilhantes do céu de inverno
passeiam a certeza e duvida
a clareza e a obscuridade
a luz e as trevas


Entre todos os acontecimentos internos e externos
eu passeio entre o inverno e o verão
entre as qualidades e os defeitos
entre a perfeição e a imperfeição

De sobressalto me pego em momentos egoistas
olhando no espelho começo a reconhecer
a face que ali reflete
e entre fugas, subterfúgios e transparencias
me revelo a mim mesma
ora um sentimento ora uma roupagem humana.



Elaine Siderlí

3 comentários:

Reminiscências disse...

Descortinar já em si só sublime;
transformar esta descoberta em palavras é deídico.

Elaine Siderlí disse...

Grata pelo comments querido amigo...
Afagos na alma!

Tarcísio Gabriel Luz disse...

Muito bonito seu texto, singular de vossos pensamentos. Muita Paz.